Sejam Bem Vindos ao Portal

RESGATANDO NOSSA MEMÓRIA




Turbo


TÉCNICA:

Turbocompressor é o componente que comprime e aumenta a pressão do ar (se instalado antes do carburador) ou mistura ar/combustível (depois de carburador). Ele aumenta a quantidade de ar ou ar/combustível enviado para os cilindros. Constitui-se basicamente em uma turbina-axial ou centrípeda e de um compressor centrífugo. Os gases de escapamento movimentam a turbina axial, e por meio de um eixo, este movimento é levado à turbina de compressão, que capta ar (ou ar/combustível), comprimindo-o e enviando-o para o coletor de admissão. Assim, o compressor transforma a energia cinética em energia de pressão do ar. Em outras palavras, trata-se de um método mecânico de fornecer super alimentação, utilizando a recuperação de um calor que, normalmente, seria devolvido ao meio-ambiente. De certo modo, representa economia, pois tem-se o trabalho de compressão sem nenhum gasto extra.

Turbinas:


FUNCIONAMENTO:

 A adaptação de um turbo compressor a um motor, permite aproveitar a energia dos gases de escape para mover uma turbina, através de um eixo solidário e aumentar o peso do ar comburente disponível e assegurar o aumento de potência correspondente. Podem ser instalados em motores de Ciclo Otto ou Ciclo Diesel. No primeiro, a mistura é feita fora da câmara de combustão e os compressores atuam sobre a mistura AR/COMBUSTÍVEL. No Ciclo Diesel a mistura ocorre dentro da câmara de combustão, logo os compressores atuam somente sobre o AR da mistura, o COMBUSTÍVEL será injetado diretamente na câmara de combustão.

Biturbo:


VANTAGENS:

 O progresso deste sistema e a proliferação dos motores equipados desta maneira, possibilita obter elevadas potências partindo de cilindradas reduzidas. O sistema permite retomadas de aceleração mais rápidas e menor perda de potência em subidas.

CUIDADOS:

 Como um motor turbo alimentado trabalha sob temperaturas mais elevadas, exige a troca de óleo em períodos mais curtos do que nos motores aspirados. Devemos estar atento a qualquer vazamento de fluido refrigerante ou lubrificante. O ar aspirado deverá passar obrigatoriamente por um filtro de ar de boa qualidade, que será responsável pela eliminação das impurezas contidas no ambiente. A eficácia na filtragem do ar da admissão é fundamental para a vida útil do motor. Conexões falhas, trincas nos dutos de sucção e vazamentos do coletor de admissão podem provocar entrada de impurezas. Como conseqüência destas falhas, poderão surgir outras, tais como: danificação do rotor de compressão, desgaste prematuro de anéis de pistão e de camisas. Além disso, vazamentos pelo coletor de admissão e escape causam excesso de fumação e perda de potência. A manutenção exige cuidados redobrados.


Portal DrFotos.com.br

WebMaster: Guilherme Miranda de Aguiar

Projetos e Coordenação: Gilson Gonçalves de Aguiar